Image Map

sexta-feira, agosto 02, 2013


Você é vaidosa ou escrava da imagem?

. .

Apesar do dicionário trazer vaidade como desejo exagerado de atrair a admiração ou homenagens dos outros; ostentação; presunção; futilidade; orgulho (Silveira Bueno), não é isso que prego - na vida e no blog. E faz tempo que queria abordar o assunto.

 O Vaidade Pega é um blog de beleza voltado para o público feminino. Ele tem esse nome porque eu comecei a gostar e cuidar mais da minha aparência observando outros blogs do gênero. Ler esses blogs despertou meu olhar sobre autoestima, uma reflexão do que eu sou e como me sinto. Essa vaidade, que é se cuidar para se sentir melhor, pega sim. Além de "pegar", só aumenta, quanto mais você se sente bem, mais quer se cuidar. É como a alegria: ninguém fica triste perto de quatro ou cinco pessoas alegres. 

Claro que essa vaidade de que falo traz outras coisas junto: como uma caixa cheia de esmaltes, uns trinta batons, colar cílios postiços e detestar fazer chapinha. Mas sou dependente disso? De jeito nenhum. Acho que ninguém nunca pensaria "ela é uma blogueira de beleza" ao passar por mim. Posso dispensar qualquer item desses e continuar me sentindo bem. 

E se eu saio só com filtro solar no rosto, não fico menos vaidosa. Estou me cuidando e valorizando da mesma maneira. Mulher vaidosa não é aquela que está mais maquiada, com o cabelo perfeito e um look do dia super atual. Para mim, as mulheres que estão sempre impecáveis, até em dias ruins, não são as mais vaidosas: são as escravas da beleza. Da beleza não, da imagem. Porque bonito mesmo é uma mulher assumir seus cabelos naturais, mostrar que também tem espinhas, que adora aquele sapato "cafona", que não faz questão do delineado e que pode respirar se estiver sem blush. 

Eu admiro as mulheres sem neuras com a aparência. De tanto admirar, me tornei assim. Fico sempre pensando como é resistir a uma pizza com medo das gordurinhas ou a um banho de mar para não estragar os cabelos. Certas coisas na vida vale infinitamente mais do que aparentam. 

O nosso bem-estar verdadeiro é de dentro para fora, da essência para o visual. Abandonar padrões é injeção de ânimo no nosso ego! O espelho é um grande companheiro para esse processo: ele mostra exatamente o que queremos ver, qualidades ou imperfeições.

Beijo!

16 comentários:

  1. Adorei a postagem amiga! Gosto muito de me cuidar, sou vaidosa sim, mas não ao ponto de não conseguir sair de casa sem batom, make ou qualquer outra coisa. Também tinha medo de me tornar escrava disso, e por um tempo até fui, mas agora me libertei! \o/
    Quando me arrumo me sinto bem não é uma obrigação...tudo que vira obrigação perde a graça de ser!
    Beijos lindona!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, tem que ser por prazer e não no "automático".

      Beijo

      Excluir
  2. Amiga, o post tá ótimo!!! Sabe, me identifiquei muito,pois também comecei a me cuidar mais depois do blog, acompanho sempre, tenho várias coisas pra usar e mesmo assim quando não dá,ou quando não to afim, não fico me martirizando se não to maquiada!
    Me sinto bem e ponto!!!
    Adorei!Se mais gente pensasse assim, seriam mais felizes!!!
    Bjussssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas, a maquiagem não é para escravizar ninguém, todos deveriam entender isso e viveriam melhores.

      Beijo

      Excluir
  3. Meu.. nem sei o que dizer!! Só que concordo em gênero, nº e grau!!! Já fui mais escrava dessa coisa que o mundo impõe sabe?! E, vira e mexe caio nessa... principalmente com o meu peso... mas, estou sempre trabalhando isso, e cada dia que passa enxergo com mais clareza que o importante é viver!! Mas viver mesmo! Sem neuras!

    Bjukas!

    www.unhasetudo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho problema com o peso também, quero dizer, os outros têm problema com o meu peso. Eu não sofro tanto. Realmente o importante é viver!

      Beijo

      Excluir
  4. Muito bom o post Aline. Antes da loja, vaidade pra mim era estar de banho tomado, cheirosa (sempre)e com meu cabelo em ordem (minha neura, rs). Continuo pensando assim, sou ate meio neurotica com higiene e limpeza, mas add as makes na listinha. E quer saber? To adorando brincar disso!!! bj querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma brincadeira deliciosa mesmo, principalmente quando é sem obrigação ou neuras.

      beijo

      Excluir
  5. Excelente post, Aline. Penso como você.
    Vaidade é, de certa forma, necessária para que continuemos nos cuidando sempre. Existem mulheres que não são escravas da imagem, mas sim precisam dela para trabalhar até.
    Conheço uma moça que recebe R$1000 da empresa que trabalha para usar com manicure, cabeleireira e maquiagem. Ela é uma secretária executiva de multinacional. Ela é a linha de frente da empresa e pelo que pude perceber, a empresa é extremamente rigorosa com a imagem dos funcionários desse setor. Nesse caso, realmente é preciso estar impecável. Eu me considero uma pessoa vaidosa, mas acho que ficaria desconfortável em saber que todo dia sairia de casa maquiadíssima e na volta de um dia cansativo, aquele tormento com o demaquilante.
    Sou a favor de não deixarmos de viver momentos únicos por causa de vaidade. Afinal, beleza passsa e o que fica é muito mais bonito de se sentir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou a favor da beleza dos momentos e não das aparências. Imagino que a situação de trabalhar impecável possa ser desconfortável, mas no caso dela, faz parte, né?!

      Beijo

      Excluir
  6. Lindo texto querida! Concordo com você em TUDO!
    O Blog ficou lindo e espero que você tenha (ainda) mais sucesso!
    Beleza é se amar... vaidade é gostar de experimentar as futilidades que hoje temos a nossa disposição, como você disse, sem se tornar escrava de tudo isso!

    Beijooooooooos =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótima definição pra vaidade, Jake. É bem isso mesmo!

      Beijo

      Excluir
  7. AMei o novo layout! Ficou suave, clean e fofo! Bem feminino!
    Sou vaidosa por agora. Antes nem sabia passar um blush ou usar make-up.
    Minha mae que tbm não usava nunca me apresentou ou incentivou!
    Mas adoro me cuidar...mas como vc disse, seu neuras!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha mãe também não incentivou muito. Hoje ela briga quando me vê sem batom! haha

      Beijo

      Excluir
  8. Sem neuroses, sem estresse e, principalmente, sem escravidão. Sou assim, quando quero faço a maior produção, quando não quero saio de cara lavada e não me sinto menos vaidosa e muito menos mulher. Também não deixo de tomar banho de mar, sair e cair de boca em uma pizza, sorvete, milk shake e essas tentações todas. Se estou com preguiça de ir a um salão, fico sem fazer as unhas mesmo, sobrancelhas e tal. Belo texto, beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, mais liberdade, menos imposição!

      Beijo

      Excluir

Obrigada por deixar o seu comentário, em breve ele será aprovado e respondido. Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...